Regularização MEI: Prazo prorrogado 

MEI PROROGADO

Regularização MEI: Prazo prorrogado  

A Receita Federal prorrogou no dia 30 de Agosto de 2021 a Regularização do MEI, o prazo anterior iria finalizar no dia 31 de Agosto de 2021.

Agora o prazo final passa a ser até o dia 30 de Setembro de 2021.

Os Microempreendedores que precisam regularizar suas pendências ganharam mais tempo, visto que desde a última sexta- feira dia 27 de Agosto, o site do Simples Nacional e o portal E-cac já estavam apresentando instabilidade.

Você que é MEI, sabe exatamente quais as pendências que necessitam ser regularizadas? Como ficar regular com a Receita Federal?

Nesse sentido, desenvolvemos esse artigo para auxilia-los. Continue a leitura e confira!

MEI PROROGADO

Quais são os débitos cobrados?

Os Microempreendedores que possuem débitos com a Receita Federal, sendo eles os impostos (INSS, ISS e ICMS) devem regularizar suas dívidas até o dia 30 de Setembro.

Caso não sejam regularizadas as pendências, a partir de outubro serão enviadas para Dívida Ativa da União.

Os débitos referentes à competência 2016 que não possuam parcelamentos serão enviados à Procuradoria, porém os MEIs que possuam dívidas de 2017 ou posteriores e ou que possuam parcelamento em 2021, não terão seus débitos enviados neste momento.

De acordo com a orientação da RBF as dívidas de competência 2016 serão declaradas pela DASN (Declaração Anual do MEI) de 2017.

Contudo, o MEI possui duas alternativas para ficar em dia com a RFB, sendo elas: Podem optar por fazer o recolhimento total dos débitos, através do Das (Documento de Arrecadação do Simples Nacional) ou solicitar o parcelamento.

Outro ponto importante é que a não regularização, o Microempreendedor Individual irá perder os benefícios e direitos previdenciários, mas não terá o CNPJ cancelado.

Sendo assim, vamos ver como as dívidas podem ser consultas.

Consulta dos débitos do MEI

O MEI pode verificar seus débitos através do portal SIMEI no campo PGMEI- Programa Gerador do DAS para o MEI (versão completa)- para acessar você precisa ter o certificado digital ou código de acesso.

Após o acesso clicar em Consulta Extrato/ Pendências – Consulta Pendências do SIMEI, você pode conferir os valores em aberto.

Portanto, agora que você já sabe consultar os débitos, vamos aprender como regularizar o MEI.

Como regularizar os débitos no MEI?

Como já citamos acima, existem duas opções para regularizar suas pendências, sendo elas:

  • Pagamento total das dívidas do MEI

Nessa opção o Microempreendedor Individual pode quitar as dívidas no CNPJ de uma só vez, com multa e juros.

Basta acessar o portal conforme o passo a passo acima, selecionar as guias que serão recolhidas e clicar em Emitir DAS.

  • Parcelamento

O MEI tem a opção de regularizar através do parcelamento. As dívidas podem ser parceladas em até 60 vezes.

Vale ressaltar que o parcelamento só será contemplado após o recolhimento da 1º parcela e outro detalhe é que após três parcelas sem recolhimento o parcelamento será cancelado.

Lembrando que o parcelamento tem o valor mínimo de R$50,00 por parcela.

No entanto você sabe o que acontece com a não regularização do MEI? Vamos conferir.

Consequências da não regularização do MEI

De acordo com a Receita Federal a não regularização dos débitos do MEI, serão inscritos em Dívida Ativa a partir de Outubro de 2021.

Envio dos débitos para Dívida Ativa

A princípio será encaminhado para a dívida ativa, da seguinte maneira:

INSS- Será encaminhando à PGFN (Procuradoria- Geral da Fazenda Nacional) para inscrição em Dívida Ativa da União e terá o acréscimo de 20% de encargos;

ICMS e ou ISS- Será transferido ao Estado ou Município, em que a empresa esteja estabelecida, e seu acréscimo será de acordo com a legislação vigente de cada ente.

Outras consequências do MEI inadimplente serão:

  • Não estará assegurado no INSS e portando não poderá usufruir dos benéficos previdenciários;
  • Poderá ter dificuldade na contratação de financiamentos e empréstimos;
  • Por último e também muito importante, conforme instrução da RFB será excluído dos regimes de Simples Nacional e SIMEI, para consultar o comunicado clique aqui.

Dessa forma você que é Microempreendedor Individual e possui pendências com a Receita Federal, sugiro que regularize o mais rápido possível, assim evitará problemas maiores.

Você pode procurar ajuda de um profissional, mas atenção não deixe para última hora, visto que as plataformas sempre apresentam inconsistência com o final do prazo estipulado.

Tenho uma novidade pra você que tem vontade de aprender tudo sobre o MEI, venha para Escola Contábil, temos um curso completo que será enriquecedor.

Você já conhece a Escola Contábil?

A Escola Contábil chegou ao mercado para ser uma verdadeira solução para as lacunas deixadas pelas universidades na formação de profissionais.

Então, na Escola Contábil você encontrará desde cursos completos para Exame de Suficiência e Exame de Qualificação Técnica, como também dezenas de cursos voltados para a prática profissional.

Tudo isso por apenas R$ 49,90 por mês.

Mas o que você encontrará na Escola Contábil:

  • Preparatório para Exame de Suficiência Curso para o Exame de Qualificação Técnica (Perito e Auditor);
  • Curso completo de IRPF;
  • Tudo sobre MEI;
  • Empreendedorismo Contábil;
  • Curso Prático de HP-12C;
  • Perícia Contábil na prática;
  • Dicas de como se sair bem em entrevistas;
  • Contabilidade Pública do ZERO;
  • Rotinas Contábeis;
  • Rotinas Trabalhistas, incluindo E-Social;
  • Sped Fiscal;
  • Excel na prática;
  • Simples Nacional
  • Lucro Presumido
  • Contabilidade Rural
  • SPED Fiscal, EFD Contribuições e REINF
  • Captação de Clientes

E muito mais… Em outras palavras, a Escola Contábil é o que faltava para você se tornar de vez um profissional de excelência no mercado de trabalho.

Começamos a dar aula exclusivamente para o público contábil em 2019, e, nesse meio tempo, mais de 16.000 alunos de matricularam em nossas turmas.

Com tamanha repercussão, decidimos unir tudo em um único lugar, criando a Escola Contábil, cuja finalidade é, acima de tudo, privilegiar o aprimoramento de nossos alunos.

Definitivamente, pelo que entrega, este curso tem um valor quase que módico.

Enfim, gostou? Então conheça um pouco mais CLICANDO AQUI!

Compartilhe esse conteúdo

Marcadores

Deixe Seu Comentário

Artigos Relacionados

Quer ficar por dentro das últimas novidades da área contábil?

Inscreva-se na nossa newsletter e tenha nossos conteúdos em primeira mão.

Assine agora a Escola Contábil e aprenda o que a faculdade não ensinou!

Torne-se um profissional diferenciado no mercado de trabalho. Estude com professores objetivos e atualizados! Tudo isso sem sair de casa!

© 2021 Escola Contábil. Todos os direitos reservados.